4 dicas para cuidar da pele dos cães durante o frio

Baixas temperaturas e clima seco aumentam a incidência de doenças cutâneas nesses animais. Mas dá para evitar ou remediar

Por Thais Cavalcante 11/08/2017 - 10:44 hs
Foto: IS/iStock
4 dicas para cuidar da pele dos cães durante o frio
O inverno ainda não acabou e a pele dos pets exige cuidados

O ressecamento da pele no inverno não é um inconveniente só para os seres humanos. “Com a chegada dessa estação, percebemos um aumento no número de cachorros com problemas dermatológicos”, observa a veterinária Fabiana Zerbini, gerente técnica da farmacêutica Virbac.

A questão é mais complicada para os cães, não importa a raça, já que eles começam a sentir coceira e, fora de controle, acabam provocando feridas em si mesmos. “A pele fica vermelha, sensível e suscetível à descamação”, nota, ainda, Fabiana.

Por tudo isso os veterinários recomendam uma série de cuidados. A frequência dos banhos é um exemplo: caso o cão não saia muito de casa, não faz mal deixar a limpeza mais espaçada. Agora, se houver coceira intensa e feridinhas, o melhor a fazer é levar o animal ao profissional, que determinará o tratamento adequado.

Hidratação

Invista em xampus especiais com ureia, aloe vera ou outros extratos vegetais.

Banho morno

A água quente tira a gordura natural da pele, o que piora o ressecamento.

Roupinhas

Só vale tecido certo para cachorro e nada de botar no bicho molhado.

Secador frio

Tudo para não deixar o cão úmido. Sossegue: ele não sentirá friagem.

Ana Luísa Moraes/saude.abril.com.br