Sessão da Câmara teve “ciranda cirandinha”

Joãozinho usou o termo para se referir aos mesmos assuntos batidos por Edson e Fantin

Por Príncipe Nicolau 30/08/2017 - 16:59 hs

* Príncipe Nicolau

Brincadeira de criança

A sessão da Câmara de Barra Bonita tem apresentado clima distinto entre os vereadores. Às vezes é tensa, com discursos ríspidos e debates acalorados, tem falas populistas pra fazer moral com a galera, principalmente quando há público presente, e tem momentos de descontração com os vereadores Edson de Jesus e Joãozinho da Prefeitura.

Abraço da paz

Na sessão desta semana, por exemplo, os dois deram um forte abraço depois de trocas de ironias. Joãozinho foi até a mesa diretora e pediu um abraço ao vereador que prontamente aceitou. O presidente até brincou que este colunista iria publicar que o ‘namoro’ era entre os dois e não entre Edson e José Carlos Fantin, se referindo à última coluna onde foi dito que Edson e Fantin rasgam elogios um ao outro quando usam a tribuna.

Ciranda cirandinha

Joãozinho abraçou Edson depois de dizer que ele e Fantin têm usado o mesmo discurso, para o mesmo assunto (o Saae) há muitas semanas. João citou que o assunto já foi debatido e que as coisas precisam caminhar. E no fim de sua fala comentou que parecia ciranda cirandinha (aquela brincadeira de criança) porque as coisas rodavam e ficavam no mesmo lugar. Usou um termo infantil, mas o recado foi sério.

Quase ninguém falou

E o prefeito Zequinha parece mesmo não estar afinado com seu grupo de vereadores. Na sessão da segunda-feira em uma moção de aplausos a ele, só o vereador Niles Zambelo Jr., presidente da Casa, comentou a moção apresentada por Gervásio da Silva.

Todos quietos

Sandro Alponte, Claudecir Paschoal, Maicon da Água, Adriano Testa e Joãozinho da Prefeitura, todos da base do prefeito, silenciaram. Ninguém fez questão de ir até a tribuna para parabenizar o prefeito. Já começa ficar nítido o comportamento do chefe do Executivo em relação ao seu grupo político. Com exceção, claro, do presidente da Casa.

Oposição falante

Por outro lado, o grupo de oposição fez questão de elogiar. Além de Gerváso, autor da moção, outros subiram para parabenizar Zequinha pela retirada do morro do Petri e a futura extensão da avenida Rosa Zanela Petri. Recentemente Claudecir Paschoal já havia dito que tem mais coisas para se resolver. Lembrou que a avenida está caminhando, que pagou parte da dívida e que era preciso começar a pensar na saúde e reembolso dos estudantes.