Prefeitura analisa a retrocessão de 19 terrenos

Lotes ocupam área de 47 mil metros quadrados; não houve geração de empregos

Por Cristiane Gomes 08/09/2017 - 09:01 hs
Foto: Gabriel Ottoboni/Assessoria de Imprensa
Prefeitura analisa a retrocessão de 19 terrenos
Kyelce e Mori estiveram na Câmara de Vereadores nesta semana
A Prefeitura de Barra Bonita estuda a retrocessão de 19 terrenos até o final do ano. Os lotes ocupam área de aproximadamente 47 mil metros quadrados e deveriam gerar empregos, porém não houve sequer a construção das empresas.
A informação é do secretário de Assuntos Jurídicos Lourival Arthur Mori. O advogado participou da sessão ordinária realizada na segunda-feira (4) a pedido do vereador Claudecir Paschoal (PMDB), que buscava informações sobre a concessão de área no Distrito Industrial para a Mussi & Mussi Indústria e Comércio de Calçados LTDA. Secretário de Desenvolvimento Econômico e Formação Profissional, o ex-prefeito José Kyelce dos Santos também foi sabatinado pelos parlamentares.
Mori explica que, após o levantamento de informações envolvendo a escritura, certidão de matrícula e leis que autorizaram a doação, notificará todas as empresas para que se manifestem. “Em seguida, será elaborado um parecer jurídico para decisão do prefeito. Constatada a inexistência das construções, creio que a Prefeitura irá decidir pela retrocessão dos terrenos”.
Sobre a empresa de calçados, Kyelce explica que os proprietários encaminharam pedido à Prefeitura solicitando “nova oportunidade”, uma vez que os prazos estipulados pela lei 3.121/2014 foram expirados.
As informações são da assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Barra Bonita.