Base de Zequinha na Câmara mostra união

Pela primeira vez no ano foi possível ver quem é quem em sessão da Câmara

Por Príncipe Nicolau 26/09/2017 - 17:06 hs

* Príncipe Nicolau

Time de 8

Enquanto o prefeito Zequinha Rici navega sem conturbações políticas na prefeitura de Barra Bonita, na Câmara... hum, na Câmara cada sessão é uma história. E na desta última segunda-feira foi mais uma. Bom, pelo menos foi a primeira vez no ano que o grupo de base do prefeito se uniu para votar alguns projetos, requerimentos e moções. Ficou claro quem são e quantos são: 8.

Abalou

O grupo rejeitou dois projetos do vereador Marquinhos Gava. Um que institui a política municipal de segurança hídrica e gestão das águas e o outro, com parecer contrário do advogado da Câmara, que pedia wi-fi grátis em praças de Barra Bonita. A votação claramente abalou o vereador autor do projeto.

Apoio amigo

Marquinhos usou a tribuna duas ou três vezes na sequência e em todas comentou a atitude dos demais vereadores contrários ao seu projeto. E ainda teve o apoio de colegas, como José Carlos Fantin e Edson Souza de Jesus. Todos abismados com a rejeição do projeto que teve parecer contrário do advogado da Câmara.

Como funciona

O advogado da Câmara recebeu a propositura do vereador Marquinhos Gava, através de um projeto de lei, leu e entendeu que ele não poderia partir da Casa de Leis. No entender dele é um projeto inconstitucional. Aí a maioria da Câmara, oito vereadores, concorda com o advogado e rejeita o projeto. E os que são favoráveis ficam inconformados com os que seguiram a orientação da assessoria jurídica. Foi isso o que aconteceu.

Nuvem

Os posicionamentos de alguns vereadores na Câmara Municipal parecem nuvens. Cada dia está de um jeito. Parece que nem alguns veteranos de Casa, como é o caso do próprio Gava, Edson de Jesus e Gervásio Aristides da Silva estão entendendo. O grupo mais novo parece estar ditando o ritmo da Casa de Leis.