Funcionários de hospitais e maternidade em Bauru fazem paralisação

Servidores protestam contra a retirada de direitos da categoria. Sindicato garantiu que, pelo menos, 30% dos funcionários continuarão atendendo nas unidades durante a greve.

Por Carla Parezan 10/05/2018 - 09:07 hs
Foto: Divulgação
Funcionários de hospitais e maternidade em Bauru fazem paralisação
Famesp é responsável pelo Hospital de Base de Bauru

Os funcionários da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) de Bauru entraram em greve na manhã desta quinta-feira (10). Os servidores protestam contra a retirada de direitos e conquistas da categoria, segundo o sindicato.

A Famesp é responsável pelo Hospital de Base, o Hospital Estadual, o AME e a Maternidade Santa Isabel na cidade.

No entanto, o sindicato da categoria garantiu que, pelo menos, 30% dos funcionários continuarão exercendo a atividade em todas essas unidades enquanto não há negociação.

Dentre os direitos exigidos pelos funcionários está um aumento de 3,5% no salário e também nos benefícios como, por exemplo, vale alimentação e transporte.

A greve teve início na manhã desta quinta e ainda não há previsão de normalização total do serviço.

Bauru  - g1.globo.com