PM do Rio afastada das ruas por problema ortopédico faz maratona

Por Carla Parezan 22/05/2018 - 11:38 hs

Uma das menos faladas atribuições da intervenção federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro veio à tona em reportagem de O Globo: a investigação de irregularidades da Polícia Militar. Os documentos a que o jornal teve acesso tratam especificamente de fraudes em licenças médicas.

Um dos casos mais surreais é o de uma soldado do 19º Batalhão, de Copacabana, chamada Luciana Amaral Sousa. Ela está oficialmente fora das ruas por problemas ortopédicos, apta apenas a realizar trabalhos internos. Nas redes sociais, porém, postava fotos de participações em maratonas e provas de ciclismo.

“Põe mais 42km de bike. Cansada? Claro que não”, afirmou a soldado na legenda de uma foto em que aparece com roupas de corrida. O inquérito, que pode levar à expulsão, informa que ela se esquivava “do exercício da função policial militar com espeque (amparo) em dispensas médicas, alegando não possuir condições físicas, enquanto participava efetivamente de eventos esportivos”.