Rapaz é preso suspeito de estuprar jovem após encontro marcado por rede social em Bauru

Segundo a polícia, suspeito fez com que a jovem, de 21 anos, entrasse em seu carro depois de se encontrarem em sorveteria. O rapaz a levou até um terreno baldio, onde teria cometido o abuso. Vítima tem deficiência intelectual, informou a polícia.

Por Carla Parezan 28/06/2018 - 10:22 hs
Foto: Reprodução/Google
Rapaz é preso suspeito de estuprar jovem após encontro marcado por rede social em Bauru
Ocorrência foi registrada pela Polícia Militar junto a Polícia Civil de Bauru

Um rapaz de 18 anos foi preso suspeito de estuprar uma jovem portadora de deficiência intelectual na segunda-feira (25), em Bauru. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito conversava com a vítima por meio de redes sociais e teria proposto um encontro em uma sorveteria.

No entanto, ao chegar no local, o homem fez com que a jovem, de 21 anos, entrasse em seu carro e a levou até um terreno baldio, onde teria cometido o abuso. Ele também teria levado o celular da vítima.

Segundo a família da jovem, ela voltou para casa depois de uma hora e meia, chorando e pedindo ajuda, dizendo que teria sido abusada. A mãe percebeu que ela estava sangrando e, em seguida, chamou a polícia.

A vítima foi encaminhada para a Maternidade Santa Isabel, onde passou por exames médicos e recebeu os cuidados necessários.

Inicialmente, ela teria contado para a mãe e para os policiais que o autor da agressão era um tio dela, de 51 anos. A PM foi até a casa do parente e ele alegou que não era verdade, apresentando provas de que estava trabalhando naquele horário.

Depois de passar pelo atendimento médico, a vítima foi levada até a delegacia. Ao acessar as redes sociais da jovem, os policiais encontraram uma conversa da moça com o suspeito.

As mensagens mostravam que eles tinham combinado um encontro na sorveteria. Havia também nas conversas um diálogo de cunho sexual.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais foram até o endereço do rapaz, que fica na Vila Nova Esperança. Ao chegar no local, ele foi flagrado tentando esconder o celular da vítima.

Questionado sobre o aparelho, ele disse que havia achado o celular perto de uma escola e já teria trocado o chip e apagado os arquivos. Ao ser questionado sobre o estupro, ele tentou fugir, mas acabou detido. O rapaz foi autuado por estupro de vulnerável e permanece preso.

Bauru - g1.globo.com