Nova diretora da Acebig toma posse

Depois de tentativa de impugnação, assembleia definiu que eleição foi legal

Por Sandro Alponte 04/07/2018 - 16:08 hs
Foto: Sandro Alponte
Nova diretora da Acebig toma posse
Parte da diretoria da Associação Comercial que assume o comando da entidade

A nova diretoria da Acebig (Associação Comercial e Empresarial da Barra e Igaraçu) tomou posse na noite de terça-feira (3) em assembleia realizada no auditório do Centro Cultural Célia Stangherlin. Poucos associados com direito a voto estiveram presente, mas o bastante para referendarem a eleição ocorrida no dia 26 de maio.


A chapa derrotada, encabeçada por Fátima Gabriel, esposa do ex-tesoureiro da entidade, Ari Gabriel, entrou com pedido de impugnação alegando que a chapa vencedora, de Cidinha Candido, havia sido registrada fora do prazo legal. Porém, documentos apresentados na noite da assembleia demonstraram que tudo estava legalizado. Sendo assim, o grupo de associados presente declarou que a chapa de Cidinha, que venceu a eleição por 72 a 50, de fato podia tomar posse.


“Felizmente tudo explicado e agora como barra-bonitense acredito no potencial da cidade e na união de forças para o melhor para todos”, comentou Cidinha, nova presidente da Acebig. “O projeto apresentado pelo Tavinho (Stangherlin, ex-presidente) é fazer o melhor para nossa cidade e todos que estão nesse grupo comungam do mesmo objetivo”.


4 anos


Tavinho Stangherlin presidiu a Acebig por quatro anos. E vai continuar dentro da diretoria, agora como vice de Cidinha, por mais dois. “Quero agradecer todos os diretores e associados que nos apoiaram nestes quatro anos. Sozinho a gente não faz nada”, disse ele. “Montamos uma equipe de trabalho eficiente, foi o grupo que mais fez reuniões, moldamos a associação de acordo com o que associado de hoje quer. E acredito que estamos no caminho certo”.


Para ele, agora é momento de esquecer as questões de disputa de eleição e pensar no desenvolvimento do comércio. “Agora estamos todos juntos para fazer o melhor pelo nosso comércio e indústria. Precisamos melhorar sempre. Quando melhora o comércio, turismo e prestação de serviço isso é bom para todo mundo”.