Poucos vereadores ficaram satisfeitos com a eleição

Vários figurões da política que tiveram apoios locais não venceram no domingo

Por Seo Renato 09/10/2018 - 16:23 hs




BARRA BONITA – E não deu para alguns deputados estaduais e federais que são bem conhecidos pelas bandas de Barra Bonita e Igaraçu do Tietê. Não adiantou muito o apoio de alguns vereadores na hora de pedir o voto.

 

CHORADEIRA

A reclamação é da quantidade de votos depositada em nomes de políticos que nem sabe onde fica Barra Bonita e a pequena votação daqueles que andam por aqui e que em alguns casos já destinaram verbas para a cidade e região.

 

NÃO DEU

Milton Monti, por exemplo, deputado federal, já chegou a ter mais de 8 mil votos na Barra. Nesta não passou dos 500. Jorge Tadeu Mudalen, também federal, teve expressivas votações e agora também ficou de fora da Câmara dos Deputados.

 

GOVERNADOR

E agora as atenções se voltam para o governo do Estado. Tudo indica que o cenário ficará meio que dividido se levar em conta o apoio de vereadores. Há aqueles que se aproximaram de Márcio França, como é o caso de Joãozinho Pereira (PPS) e Marcos Gava Jr. (PR). Mas tem outros como Edson de Jesus, que é do partido de Dória: PSDB.

 

OS DOIS LADOS

O presidente da Casa, Niles Zambelo Jr., disse que procurou ‘chegados’ dos dois lados para pedir ajuda na instalação do ponto-a-ponto na SP-255, o sistema que cobra mais barato a tarifa no pedágio. Sentiu mais receptividade do lado do PSDB. Inclusive, olhe só, falou diretamente com Guilherme Belarmino (PSDB), seu adversário político.

 

FALTOU INFORMAÇÃO

Marcos Gava, na própria sessão, já tratou de explicar que com certeza Márcio França vai tratar desse assunto com carinho e pontuou as várias promessas feitas pelo PSDB e não cumpridas. Entre elas a pavimentação da estrada do Baixão, a recuperação da Ponte Campos Salles e a demora na entrega da estação de tratamento de esgoto.