Acredite! PSDB ainda é querido por aqui

Mesmo com pedágio de ‘presente’ e promessas não cumpridas, partido foi o mais votado

Por Seo Renato 29/10/2018 - 15:51 hs

24 ANOS

O PSDB continuará por mais quatro anos à frente do governo paulista. Já são 24 anos comandando o Estado. O engraçado que por esses lados aqui de Barra Bonita e Igaraçu do Tietê é tanta gente reclamando dos governos tucanos, mas quando chega a eleição, o nome do PSDB ainda tem muitos votos.

 

PROMESSAS

Barra Bonita em especial teria motivos de sobra para não votar no PSDB. Até hoje a cidade espera a pavimentação da estrada do Baixão da Serra, a reforma da Ponte Campos Salles, a estação de tratamento de esgoto que logo logo completa oito anos de espera.

 

PEDÁGIO

E, claro, o pedágio na SP-255. Quando todos esperavam a duplicação pelo governo, veio o ‘presente’. A duplicação seguida de pedágio. Algo bem característico da administração PSDB. O prefeito da época também era do partido dos tucanos, Guilherme Belarmino.

 

TRABALHO DOS PREFEITOS

Tanto o prefeito de Barra Bonita, Zequinha Rici, do MDB, quanto Bucho, também do MDB, de Igaraçu do Tietê, pediram votos para Márcio França, do PSB, no segundo turno. Zequinha no primeiro turno viu seu candidato, Paulo Skaf, ser o mais votado na cidade. E Bucho ajudou Skaf ficar em segundo por lá.

 

APROXIMAÇÃO

A expectativa é saber como Dória lidará com os prefeitos dos outros partidos. Muitos trabalharam pela candidatura de França, principalmente aqui na região. O prefeito de Lençóis Paulista, por exemplo, Anderson Prado, foi o coordenador regional da campanha. Jaú tem prefeito do PSB também, Rafael Agostini.

 

DÚVIDA

Por aqui fica a dúvida de como o ex-prefeito Guilherme Belarmino influenciará o contato do atual, Zequinha, no governo do Estado. Belarmino iria atrapalhar os contatos políticos da atual administração para que Zequinha não pudesse continuar recebendo recursos estaduais do futuro governador? E o presidente estadual do partido, Pedro Tobias, amigo pessoal dos Belarminos? Como será sua atuação neste sentido?

 

DISCURSO

Em seu discurso de posse Dória fala em ser um governador municipalista. E é nítida sua projeção dentro do PSDB. Alguma dúvida de que ele será o próximo candidato do partido a presidência do Brasil daqui quatro anos? Claro que não. Portanto, espera-se que ele será muito próximo dos prefeitos e talvez deixar de lado siglas partidárias.