Comunidade católica coroa Nossa Senhora no sábado

Festa da Rainha dos Estudantes será na Praça da Juventude; santa chega de navio

Por Cristiane Gomes 04/12/2018 - 09:11 hs
Foto: S2 Notícias
Comunidade católica coroa Nossa Senhora no sábado
No dia da santa, dia 8, as atividades começam a partir das 18h

Para celebrar a 62ª Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição, Rainha dos Estudantes de Barra Bonita, o padre Daniel Nicolini, da paróquia São José, prepara juntamente com toda a comunidade mais uma grande festa para coroar a santa. A programação começa nesta terça-feira (5), com o tríduo, sempre a partir das 19h30, e termina no sábado.

No dia da santa, dia 8, as atividades começam a partir das 18h, com a concentração dos fiéis na Praça da Juventude. Ali quem quiser pode embarcar nos navios que realizam a tradicional procissão fluvial pelo Rio Tietê. A previsão de retorno é pouco antes das 20h. Assim que a procissão chegar e a imagem da santa for levada até a quadra poliesportiva da praça começa a santa missa.

 

62 ANOS DE COROAÇÃO

 

Em 1956, em um movimento liderado pela Professora Zita De Marchi, estudantes locais e o padre Lauro Gurgel do Amaral, culminou com a escolha de Nossa Senhora Aparecida como rainha e protetora dos estudantes de Barra Bonita.

A primeira e solene coroação realizou-se em 8 de dezembro de 1956 (data consagrada à padroeira do Brasil), com características muito especiais que antecederam a festa: novenas, tríduos e missas, e a imagem da Rainha chegando de barco pelo Rio Tietê (lembrando o encontro da mesma no Rio Paraíba) e levada em procissão pelos estudantes e fiéis para ser coroada, com elevado espírito de religiosidade.

A partir daí todos os anos, a festa de coroação da Rainha dos Estudantes foi crescendo, com a adesão total dos devotos e famílias, transpondo os limites intermunicipais e atraindo visitantes de toda região, por ser fato único entre estudantes à escolha de um símbolo religioso como sua Rainha.

Em 1971, quando da comemoração dos quinze anos da festa, um acontecimento de grande repercussão! O prefeito Dr. Wady Mucare, em nome dos estudantes, obteve permissão do arcebispo de Aparecida, e a imagem histórica da Padroeira do Brasil, encontrada no rio Paraíba, foi trazida para o município e aqui permaneceu três dias, durante as solenidades de coroação, fazendo de Barra Bonita, nesse período, a Capital Católica do País, com um grande fluxo de devotos e romeiros, além da presença do governador do Estado Laudo Natel (que aqui foi batizado em 25/12/1920), homenageando a "Rainha dos Estudantes", ao lado do Arcebispo D. Antonio Ferreira de Macedo.

A urbanização da margem do Tietê, o aumento do número de barcos e navios, a divulgação e penetração dos programas radiofônicos e a determinação da Professora Zita De Marchi em manter viva essa festa, considerada também uma atração turística, levou o poder público municipal a incluí-la no seu roteiro de comemorações, dando o respaldo necessário para tal realização.

Os barqueiros e os marinheiros das embarcações aqui sediadas fazem a "escolta da Rainha", transportando a imagem desde a procissão fluvial até o local da coroação, pelos estudantes, este ano na Praça da Juventude.

Mais do que uma festa popular ou estudantil é uma manifestação de fé religiosa do povo barra-bonitense e da região, que todos os anos lota a Avenida Pedro Ometto para participar deste grande acontecimento.