Mecânico desaparecido pode ter sido agredido e jogado no rio

Testemunhas contaram à Polícia Civil sobre uma suposta briga de dois homens com a vítima

Por Cristiane Gomes 04/12/2018 - 10:07 hs
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Mecânico desaparecido pode ter sido agredido e jogado no rio
Buscas por mecânico no rio Lavapés serão retomadas hoje

O mecânico Angelo Alfredo Oyan, 43 anos, que está desaparecido desde a noite do último dia 24, quando temporal atingiu Botucatu, pode ter sido agredido por dois homens e jogado no rio Lavapés. As buscas por ele, interrompidas pelo Corpo de Bombeiros na quinta-feira (29), serão retomadas hoje.

A tese de tentativa de homicídio ganhou força na sexta-feira (30), quando testemunhas contaram à Polícia Civil sobre uma suposta briga de dois homens com a vítima.

De acordo com os relatos, o mecânico teria se irritado ao ver que um dos homens gravava um vídeo filmando a direção onde ele estava.

A discussão com o autor da gravação evoluiu para agressão. Na sequência, segundo o delegado Geraldo Franco Pires, da DIG, Angelo teria sido jogado pelo homem e pelo cunhado dele no rio Lavapés. Os suspeitos, um pedreiro de 57 anos e um soldador de 49 anos, confirmaram as agressões.

"Eles confirmam a briga, mas alegam que a vítima se desequilibrou e caiu no rio. Mas nós entendemos que o fato foi deliberado. As versões deles são duvidosas, mas nós precisamos avançar ainda na localização do corpo e das perícias para poder ter uma determinação", diz o delegado.

As informações são da pagina  jcnet