Barragem hidrelétrica de Barra Bonita será fiscalizada pela ANA

Apesar de ser classificada de risco baixo, local será vistoriado imediatamente

Por Sandro Alponte 31/01/2019 - 13:54 hs
Foto: Jonathan Peraçoli
Barragem hidrelétrica de Barra Bonita será fiscalizada pela ANA
Agência pede que todas as barragens do Brasil sejam vistoriadas

A barragem hidrelétrica de Barra Bonita, um dos principais cartões postais do município, está na lista da Agência Nacional das Águas (ANA) para fiscalização imediata. Depois do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), a Agência decidiu intensificar as vistorias para garantir a segurança.

Na terça-feira (29) duas resoluções do Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas a Desastre do Governo Federal determinaram a fiscalização imediata de barramentos de diferentes finalidades, enquadrados como categoria de risco alto ou com dano potencial associado alto. A barragem de Barra Bonita é classificada de risco baixo, mas deve ser fiscalizada.

No Brasil são 3.386 barragens de rejeitos de minérios, hidrelétricas e reserva de abastecimento de água que serão vistoriadas para evitar desastres como o de Brumadinho.

A AES Tietê foi contatada por nossa redação na terça-feira (29) e até o fechamento desta edição não houve respostas de nossos questionamentos. Mas à TV TEM de Bauru a assessoria respondeu que as estruturas estão consolidadas e que seguem rigorosos padrões técnicos de engenharia. Também informou que as barragens são periodicamente monitoradas por instrumentos, além de inspecionadas e avaliadas por equipe técnica especializada.