Após Rio transbordar, famílias ficam desabrigadas em Jaú

A Prefeitura já iniciou a limpeza das vias e moradores estão ajudando famílias desabrigadas

Por Camila Ramos 11/02/2020 - 14:35 hs
Foto: Central da Notícia
Após Rio transbordar, famílias ficam desabrigadas em Jaú
Em alguns pontos, a água chegou a alcançar 1,50 m de altura.

Depois da destruição, os moradores de Jaú terão muito trabalho pela frente. A chuva que caiu nesta segunda-feira (10) durante todo o dia trouxe transtornos e perdas para muitas famílias por toda a cidade. A Prefeitura do município iniciou a limpeza das vias e os moradores começam a retirar os imóveis das casas que foram devastadas pelas águas.

De acordo com a página “Tem coisas que só acontecem em Jaú” as áreas mais atingidas foram as marginais do rio, começando pelo Jardim Sempre Verde, Rua Quintino Bocaiúva, Avenida Osório Ribeiro de Barros Neves, região do Campo Municipal, Avenida do Café (Córrego do Pires) e o Jardim São José. Em alguns pontos, a água chegou a alcançar 1,50 m de altura.

A população se mobilizou e no momento, auxilia as famílias que ficaram desabrigadas. O principal ponto de arrecadação é o Ginásio Dr. Neves, local onde se concentram as doações. Durante a chuva que caiu ontem, o Lago do Silvério atingiu sua marca histórica, ficando totalmente cheio e represando a água do Córrego dos Pires, evitando um desastre maior na região do trevo do pascano.

O Corpo de Bombeiros de Jaú trabalham durante toda a noite atendendo ocorrências na retirada de moradores de locais atingidos. Pela manhã, alguns moradores ilhados do bairro próximo ao Campo Municipal tiveram que ser retirados com o auxílio de um trator. O S2 Notícias acompanha a situação da cidade de Jaú e pode atualizar a notícia a qualquer momento.