Máscaras cirúrgicas ou de tecidos?

Saiba se as duas opções são eficazes para a proteção contra o coronavírus

Por Camila Ramos 24/03/2020 - 13:55 hs
Foto: Imagem Ilustrativa/Google
Máscaras cirúrgicas ou de tecidos?
é recomendado que as pessoas lavem as mãos devidamente com água e sabão e higienize com álcool em ge

Em tempos de crise e escassez nos produtos de proteção contra o coronavírus, a recomendação do uso de máscara de tecido pode ser uma alternativa para quem ainda não está encontrando as descartáveis ou cirúrgicas.

De acordo com a Anvisa, a recomendação para o uso de máscara é somente para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, acompanhantes de pacientes e profissionais da saúde. A Dra. Mara Lucia do Amaral salienta que as máscaras de tecidos podem ser utilizadas, mas também é preciso alguns cuidados para evitar o contágio. “Além de usar as máscaras, é preciso manter uma distância mínima de dois metros do paciente que possivelmente esteja contaminado”, explica.

Por causa da pandemia, o Ministério da Saúde orienta que a população a utilize a máscara de tecido para evitar que as farmácias e outros estabelecimentos de comércio hospitalar fiquem sem estoque para vender a quem, de fato, estiver doente e obrigatoriamente precise utilizá-las.

O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas, ela deve cobrir totalmente a boca e nariz, sem deixar espaços nas laterais. Também é importante que a máscara seja utilizada corretamente e que não, seja manipulada enquanto estiver na rua e antes de ser retirada deve-se lavar as mãos.

Ainda assim, é recomendado que as pessoas lavem as mãos devidamente com água e sabão e higienize com álcool em gel.